Supercombo, Ana Barroso e outras 3 atrações abrem o 'Festival Suíça Bahiana' nesta sexta-fei

Supercombo, Ana Barroso e outras 3 atrações abrem o 'Festival Suíça Bahiana' nesta sexta-fei



A banda de indie rock capixaba Supercombo se apresenta hoje, 19, em Vitória da Conquista no “Festival Suíça Bahiana”, que acontece entre os 19 a 21 de outubro, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima. São 25 atrações, divididas em dois palcos, além dos espaços alternativos, festival de cerveja artesanal, vila gastronômica, flash tattoo e transmissão em tempo real pela internet.

Atualmente, o grupo formado por Leonardo Ramos, cantor e guitarrista base, Pedro 'Toledo' Ramos, guitarrista solo, Carol Navarro, baixista, e Paulo Vaz, tecladista, está empenhado na Session da Tarde, série de vídeos disponibilizados em seu canal no YouTube. Nele, a banda já recebeu personalidades como Dinho Ouro Preto, Liniker e Os Caramelows, Vivendo do Ócio, Francisco, el hombre, Suricato e Medulla.

Confira a programação desta sexta-feira:

Teatro do Centro de Cultura

23:00h SUPERCOMBO (ES)

22:00h Ana Barroso (BA)

21:00h Aiace (BA)

20:00h Cata Raybaud (ARG)

19:00h Taro (BA)


O FESTIVAL

Desde 2010, Vitória da Conquista, cidade situada no sudoeste da Bahia, sedia o Festival Suíça Bahiana (FSB). O evento chega a sua sexta edição, tendo passado por seu palco atrações como B Negão, Dead Fish, Humberto Gessinger, Marcelo Jeneci, Larissa Luz, Ratos de Porão, Ventre, The Baggios, Mombojó, Pedro Pondé e banda argentina Las Taradas. O projeto foi um dos responsáveis por colocar a cidade no patamar de um dos principais pontos de circulação do interior baiano.

Para Gilmar Dantas, um dos organizadores do Suíça Bahiana, a importância de festivais em cidade como Conquista é ter um espaço para dar visibilidade às cenas culturais locais. “É um espaço de intercâmbio das bandas locais com outros artistas, de ampliação de público consumidor de música”, diz.

Ele ressalta também que o festival acabou se tornando um símbolo de resistência na cidade. “Em 2012, por exemplo, chegamos a ter nove festivais na cidade: Grito Rock, Rock Cordel, Festival Suíça Bahiana, Festival da Juventude, Festival Avoador, Festival de Música da Bahia (FMB), FestUesb, Conexão Vivo e Natal da Cidade. Destes, somente o FSB continua em atividade”, explica.

#festivalsuiçabahiana #Capa