Após duas semanas, estudantes desocupam escola ameaçada em extinção

Após duas semanas, estudantes desocupam escola ameaçada em extinção

G1 - Os estudantes que ocupavam o Colégio Estadual Maria José de Lima Silveira, em Jequié, cidade do sudoeste da Bahia, em protesto contra o fechamento da unidade, deixaram o local na noite de quinta-feira (23). A informação foi confirmada pelo estudantes e também pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC).


Conforme a nota da SEC, a desocupação ocorreu por volta das 22h e foi feita de forma pacífica. Além disso, a secretaria pontuou que o estudantes terão a garantia de escolher o colégio que desejam estudar e que ficou mantida a programação dos professores e lotação dos técnicos em outras unidades escolares.


O colégio, que possui 30 anos e 640 alunos, estava ocupado desde o dia 9 de janeiro, depois que a informação do fechamento da unidade foi anunciado pelo Núcleo Regional de Educação, no início deste ano.


Na ocasião, os estudante afirmaram que estavam preocupados que as novas unidades para onde irão fossem longe das casas onde moram.


Durante o ato, os participantes fizeram revezamento e contaram com apoio dos pais e vizinhos da unidade de ensino. Eles dormiram nas cadeiras e em colchões que levaram para o colégio.