Funcionários da Cidade Verde fazem paralisação após não entrar em acordo sobre medidas trabalhistas

Funcionários da Cidade Verde fazem paralisação após não entrar em acordo sobre medidas trabalhistas

G1 - Funcionários da empresa Aviação Cidade Verde interromperam as atividades nesta quinta-feira (16), em Vitória da Conquista, cidade do sudoeste da Bahia, após não entrar em acordo sobre as medidas trabalhistas autorizadas pelo governo durante à pandemia do coronavírus. Segundo a Viação Cidade Verde, a empresa vem tentando um acordo com os funcionários para a inscrição na MP 936/2020, mas que o sindicato dos rodoviários tem inviabilizado as negociações. De acordo com a empresa, sem acordo, ela não terá outra opção a não iniciar um processo de demissões. A medida provisória, que institui o programa emergencial de manutenção do emprego e da renda, já está em vigor e permite a suspensão de contrato de trabalho por até 60 dias. A MP prevê também a redução de até 70% do salário do funcionário. Na manhã desta quinta-feira o Sindicato dos Rodoviários, representante da Cidade Verde e funcionários estiveram reunidos. O presidente do sindicato disse que não aceita o acordo por causa de uma cláusula que está sendo colocada pela empresa referente ao banco de horas. Por causa da paralisação da Cidade Verde, a Prefeitura de Vitória da Conquista determinou que a Viação Cidade Rosa atenda as linhas desabastecidas pela Viação Cidade Verde. Ao todo, 10 ônibus deverão ser colocados em circulação. O sindicato e a empresa tentam chegar a um acordo.