Governo Federal lançou o ID Estudantil

Governo Federal lançou o ID Estudantil



A carteirinha de estudante faz parte da vida dos estudantes durante todo o período escolar, desde a educação básica até a universidade. Ela garante meia entrada a shows, teatros e eventos, por exemplo. Com a ID estudantil, lançada nesta sexta-feira (06) pelo Governo Federal, o aluno terá todas as informações no celular, de forma gratuita, sem necessidade de documento plástico ou papel.


O estudante de São Paulo, Cristian Vidal, de 18 anos, aprovou a novidade. Ele utiliza a carteirinha para ir ao cinema, e agora, poderá ter o documento com um toque do celular. “Vai ser bem mais prático, porque todo mundo tá com o celular na mão, não precisa mais andar com vários cartões”, explicou.


Para ter acesso à nova carteira, bastará baixar o aplicativo ID Estudantil em uma loja virtual do celular, escolher a instituição em que está matriculado e preencher os dados. O documento será implantado primeiro para os alunos do ensino superior, mas vai se estender também ao ensino tecnológico e básico. A expectativa é que, dentro de seis meses, a novidade esteja disponível a todos os alunos.



A estudante paulistana Laís Xavier tem 17 anos, está no terceiro ano do Ensino Médio, e também utiliza a carteirinha de estudante. Para ela, uma das vantagens é que o documento, agora, será gratuito. “É uma forma de acesso, até porque muitas vezes não temos recurso para isso. Então é uma ajuda”, destacou.


O aluno de Engenharia Mecânica da Faculdade Mackenzie na capital paulista, Matheus Trigo, disse que a ID Estudantil será uma facilidade a mais. "Acho bacana porque você pode baixar num aplicativo e usar sempre, pagar meia. É uma carteirinha como se fosse física, só que digitalmente, digamos assim", pontuou.


Para quem não tem acesso à internet, a carteirinha poderá ser emitida de graça. Segundo o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, a Caixa Econômica será responsável por garantir esse acesso. “Quem ainda não está conectado com a internet, que hoje não tem carteirinha porque é cara, vai tirar na Caixa a custo zero pra pessoa. Quem tem conexão com a internet, pega seu celular, faz todo o cadastramento, a gente checa a informação e vai estar no celular a carteirinha digital”, detalhou.