Estação de Transbordo vai ter uma dinâmica nova

Herzem fala sobre as obras da nova Estação de Transbordo de Vitória da Conquista

O prefeito Herzem Gusmão (MDB) foi entrevistado na sexta-feira, 24, por duas emissoras de rádio local. O gestor comentou sobre as obras da nova Estação de Transbordo de Vitória da Conquista, que contará com investimento de aproximadamente R$ 7 milhões oriundo do Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (Finisa II), da Caixa Econômica Federal.

“Eu alegre estou, porque já assinamos o processo licitatório, logo logo iremos iniciar aquela belíssima obra. Mudamos o projeto e no lugar daquelas coberturas por bairro, será uma cobertura só, quem transitar pelo local não irá se molhar. Outra coisa, a estação será uma estação de transbordo, vai ter uma dinâmica nova. Os passeios alargados, os ônibus não vão ficar mais aquele tempo demorado estacionados, vamos melhorar e garantir mais segurança para as pessoas se locomoverem. Uma cidade para pessoas”, explicou o prefeito.


Ainda de acordo com o gestor, uma grande obra de drenagem também será realizada nas imediações do centro da cidade. “Ali vamos abrir um grande canal para engatar a água que invade as lojas na Praça da Bandeira e que inunda o terminal. Uma nova cara também será dada para travessa dos artistas, também localizada no centro da cidade. Em decorrência das obras de drenagem, o transtorno maior será para quem esta na travessa dos artistas. “Ali vamos remover aquelas barracas depois devolver, todas padronizadas belíssimas para quem ali está. Não vamos tira-los de lá” garantiu o Prefeito.



A reforma – O estudo de viabilidade da reforma da Estação de Transbordo foi elaborado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e pela Secretaria de Mobilidade Urbana, com apoio de membros do Escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados. O prazo para execução da obra é de 18 meses.


“É uma obra de extrema importância porque aquele terminal na Lauro de Freitas se encontra completamente esgotado na sua capacidade. Os estudos apontam que, no centro comercial, passam mais de 20 mil pessoas por dia, fora a quantidade de veículos. Com essa obra, pretendemos organizar aquele local”, explica o secretário de Infraestrutura, José Antônio Vieira.