Fernando tentou fugir com ajuda de amigos depois de atropelar Raíssa, diz testemunhas

Fernando tentou fugir com ajuda de amigos depois de atropelar Raíssa, diz testemunhas

Atualizado: 9 de Set de 2019

Na noite do último sábado, 7, a jovem Raíssa Alves Ferreira, de 18 anos, estava voltando de uma festa na Av. Olívia Flores quando foi surpreendida por um veículo em alta velocidade. Ela foi atropelada e arrastada por metros.


Foto: Blog do Anderson

O carro era conduzido pelo universitário, Fernando Otávio Lemos Cardoso, de 20 anos, e sofreu escoriações. Outras duas pessoas que estavam a bordo tiveram ferimentos leves.


De acordo com a Polícia, após atendimento médico, Fernando foi submetido ao teste de alcoolemia (bafômetro), sendo constatada a embriaguez. No veículo ainda foi encontrado entorpecentes. Desse modo, o condutor foi apresentado na delegacia e autuado em flagrante por embriaguez ao volante. Fernando será ainda encaminhado ao Conjunto Penal.


Segundo o namorado da vítima, Fernando tentou fugir com ajuda de amigos em outro veiculo, mas foi impedido por ele e amigos de Raíssa. A Polícia também chegou na hora da ação.


A família pede que o caso não fique impune e confia na Justiça.


"A gente só quer a Justiça. Só quer ele pague lá dentro da cadeia o que ele fez. A gente não quer que ele morra, nada disso. A gente só não quer que ele amanhã saia." Declarou a tia de Raíssa.

Notas de pesar


Raíssa era ex-aluna do Colégio da Polícia Militar de Vitória da Conquista. A instituição se manifestou em sua página no Facebook.