Medida adequada era ter cancelado o Carnaval, defende Drauzio Varella

Medida adequada era ter cancelado o Carnaval, defende Drauzio Varella

Maior festa popular do Brasil, o Carnaval pode ter facilitado o contágio do coronavírus no país, afirmou o médico Drauzio Varella. O especialista defendeu, em live do jornal Folha de S. Paulo, que o ideal teria sido cancelar evento que reuniu milhões de pessoas nas ruas.


O Carnaval começou no dia 21 de fevereiro, quando ainda não havia infectados confirmados no país. O primeiro paciente a testar positivo só foi surgir no dia 26, em São Paulo, justamente na última data da festa momesca. 


Apesar disso, Drauzio acredita que os governos foram muito benevolentes e subestimaram o vírus. O próprio médico se coloca na lista daqueles que não viram o real potencial da doença.