Polícia prende um dos autores das agressões contra agentes de trânsito

Polícia prende um dos autores das agressões contra agentes de trânsito

Em Vitória da Conquista, um dos autores das agressões contra agentes de trânsito foi preso pela Polícia Civil, na terça, 21. Ele, que é dono do mercado que foi cenário da confusão, foi autuado em flagrante delito por lesão corporal grave e desacato. Um dos agentes fraturou o braço, e foi encaminhado para o Hospital Geral da cidade.


De acordo com informações do jornalista Giorlando Lima, publicadas em seu blog, "o comerciante preso possui antecedentes criminais por roubo em São Paulo e de receptação de carga roubada em Vitória da Conquista. O BLOG não conseguiu contato com a defesa do empresário, que está preso no Conjunto Penal. As investigações prosseguem para apurar a responsabilidade e o nível de participação das outras pessoas que aparecem na briga. O inquérito foi aberto na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), à frente está o delegado Neuberto Costa".


A Confusão


Um vídeo que circula nas redes sociais, desde terça-feira (21), mostra três agentes de trânsito, do Sistema Municipal de Trânsito de Vitória da Conquista-BA (Simtrans), sendo agredidos por pelo menos quatro homens durante uma abordagem. A confusão iniciou após os agentes notificarem motoristas que estacionaram de forma irregular seus veículos sobre uma calçada com piso tátil - para deficientes visuais - de um mercado.


Nas imagens é possível ver que um homem de verde empurra um dos agentes, que reage, e depois pelo menos dois outros se juntam ao primeiro para agredir os profissionais. Segundo testemunhas, um deles é funcionário da rede de mercados. Populares que assistiam a cena comemoravam a situação. O autor do vídeo chega a dizer "esses bichos é ousado, e só vai sossegar quando morrer mais um” (o agente Gilmar Moreira dos Santos, foi morto a tiros, aos 35 anos, na Avenida Lauro de Freitas, no dia 17 de dezembro de 2011. De acordo com investigações, o crime não teve relação com o trabalho dele).


A Polícia Militar foi acionada e conteve a situação. Até o momento, a Prefeitura da cidade não se pronunciou sobre o ocorrido.