"PT paga preço alto pelas próprias contradições".

"PT paga preço alto pelas próprias contradições", diz Neto sobre reforma da Previdência da Bahia

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), alfinetou o governo estadual após a tensa sessão da Assembleia Legislativa da Bahia que aprovou a reforma da Previdência na noite da última sexta-feira (31). Na avaliação do chefe do Executivo soteropolitano, o PT “está pagando um preço alto pelas próprias contradições”.


ACM Neto teceu o comentário ao comparar o posicionamento do PT no plano federal, quando foi contrário ao texto remetido pelo presidente Jair Bolsonaro. “[O PT] Ficou contra a reforma lá e aqui teve que fazer até uma reforma mais dura. Nós mantivemos a nossa posição de democraticamente ser favorável à reforma”, sugeriu o prefeito, sobre a expectativa de encaminhar um texto que altera as regras da Previdência dos servidores municipais em 2020.


“Desde que assumi a prefeitura, nunca tomei uma posição com objetivos eleitoreiros ou populistas. Minha posição sempre foi pensando na cidade. Eu não estou preocupado com calendário eleitoral, etc. Nós vamos fazer da forma certa, vamos discutir com a Câmara e na hora certa mandar a reforma”, informou o prefeito, durante a visita aos festejos de Iemanjá, na tarde desde domingo (2).


Bahia Notícias