top of page

Salvador: tamanho da base de apoio da PM gera polêmica por tampar cartão postal


O vereador e ex-secretário de Cultura e Turismo de Salvador, Claudio Tinoco (União Brasil) criticou nesta segunda-feira (16) o tamanho da estrutura operacional montada pela Polícia Militar da Bahia em frente ao Farol da Barra para o Carnaval.


Tinoco destacou que a estrutura “parece aumentar ano após ano” e ocupa um espaço muito grande em um local que deveria estar tomado de foliões. Como sugestão, Tinoco, que esteve nas operações do Carnaval pela Prefeitura de Salvador durante mais de 4 anos, afirmou que as estruturas deveriam ser montadas em regiões mais propícias, mais à retaguarda da festa, e não no meio do circuito, tapando um cartão postal tão importante e tirando o espaço das pessoas.


“Sugerimos desmontar ou diminuir significativamente essa estrutura da Polícia Militar no Farol da Barra, bem como outras estruturas nas transversais entre a Marques de Leão e Afonso Celso. As estruturas que deveriam ficar no circuito, efetivamente, são as de observação da festa, não as de descanso de equipe e operacionais. Além de poluir visualmente, elas também tiram o espaço do folião e diminuem as rotas de fuga”, opinou Tinoco.


O vereador lembrou que a discussão da ocupação do espaço público por órgãos existe desde 2009, quando foi elaborado o Estatuto das Festas Populares Decreto Municipal n° 20.505), com participação de Tinoco, e houve a defesa da desobstrução dos espaços públicos pelas estruturas operacionais dos órgãos públicos.


“Na época avançamos com o uso integrado de praticáveis e bases temporárias pelos órgãos municipais. Na gestão de ACM Neto, foi aberto um grande espaço no Campo Grande com a retirada das estruturas das TVs e rádios do lado do Teatro Castro Alves, e deslocadas para dentro da Praça do Campo Grande”, lembrou o vereador.


Tinoco ainda ressaltou que o equipamento do Farol da Barra é ainda mais chamativo e, por isso, deveria ser reduzido, já que o equipamento é tombado, além de ser o cenário de maior captação de imagens e projeção do Carnaval e de Salvador durante a festa.


“Reconheço a importância fundamental da Polícia Militar na realização do Carnaval. Mas levantamos essa discussão para que todos juntos encontrem soluções mais modernas e inovadoras para a operação e abram espaço para o folião e para a melhor imagem do maior e melhor Carnaval do planeta”, destacou Claudio Tinoco.

Comments


bottom of page