Prefeitura discute com Hospitais fluxo unificado de atendimento dos pacientes com Covid-19

Prefeitura discute com Hospitais fluxo unificado de atendimento dos pacientes com Covid-19


Na tarde desta terça-feira (12) a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promoveu uma reunião com os gestores das instituições de saúde pública e privada de Vitória da Conquista com o objetivo de alinhar estratégias para o fluxo de atendimento de pacientes já diagnosticados com o coronavírus (Covid-19).



Durante o encontro que aconteceu no Cemae, foi discutida de maneira conjunta a criação de um fluxo unificado de atendimento dos pacientes com Covid-19 para ser seguido pelas instituições de saúde dentro do município. “Após o atendimento, feito no Centro de Referência do município, em caso de agravamento do quadro deste paciente e da necessidade de encaminhá-lo a terapia intensiva, deve ser seguido todo um protocolo para garantir o atendimento correto dos casos”, afirma a secretária interina de saúde do município, Ramona Cerqueira. Estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria Municipal de Saúde, do Samu 192, da Unidade de Pronto Atendimento de Conquista e dos Hospitais: HCC, Hospital São Geraldo, Santa Casa, Hospital Geral de Vitória da Conquista, Hospital Unimec e SAMUR. Para o médico infectologista, responsável pelo Centro de Atenção Municipal – Covid-19, Augusto Nunes, a obediência dos protocolos de saúde é fator imprescindível para o funcionamento do sistema de saúde de Vitória da Conquista. “Estabelecer o cumprimento de um protocolo, feito dentro de um planejamento estratégico, será essencial para que o sistema possa atender os casos. Estamos envolvendo conhecimento técnico e científico para que esse trabalho seja bem desenvolvido aqui na cidade”, assegura o médico. Segundo o diretor do HCC, Vinícius Rodrigues, o alinhamento das estratégias de gestão do poder público com as instituições de saúde é fundamental para o enfrentamento da crise. ”Nesse momento, é absolutamente necessário estabelecer estratégias para o enfrentamento da pandemia. Vitória da Conquista tem hoje uma boa estrutura médico-hospitalar, embora tenhamos que alinhar todos os pontos e nos precaver desde já para que o sistema funcione de forma correta e organizada”, ressalta o diretor.